Crise de 1929

- No início do Século XX, os Estados Unidos viviam um período de grande prosperidade econômica e grande desevolvimento. Entretanto, este desenvolvimento teve seu ápice muito rapidamente e tão rápido quanto este crescimento, teve sua crise;

- Podemos citar como problemas para isto:

  • O aumento da produção não acompanhar o aumento dos salários. Isto é, com os salários baixos, não era possível se consumir o que era produzido;
  • Em decorrência da Primeira Guerra Mundial, países precisaram cortar gastos e não puderam mais consumir produtos americanos.

- Diante disso, acabou sendo criada uma crise de superprodução/subconsumo. Isto causou diversos problemas, como:

  • Diminuição da produção;
  • Demissão de funcionários;

- Esta crise, naturalmente, chegou na Bolsa de Valores de Nova Iorque. Os valores das ações despencaram, causando o "Crash"(quebra). Com isso, diversas empresas rurais, bancos e indústrias chegaram à falência;

- A crise de 1929 chegou ao Brasil através do corte de gastos que os Estados Unidos precisaram fazer. Os mesmos, deixaram de comprar o café brasileiro;

- Para solucionar a crise, o eleito presidente Franklin Roosevelt, propôs mudar a política de intervenção americana. Se antes, o Estado não interferia na economia, deixando tudo agir conforme o mercado, agora passaria a intervir fortemente. ( Mudança do modelo Liberal pelo Keynesiano);

- O resultado disso foi a criação de grandes obras de infra-estrutura, salário-desemprego e assistência aos trabalhadores, concessão de empréstimos, etc. Com isso, os Estados Unidos conseguiram retomar seu crescimento econômico, de forma gradual, tentando esquecer a crise que abalou o mundo.