Dicas

Nesta área, serão postadas dicas sobre atualidades, conteúdos explicados, matérias importantes para se entender a história etc.

As atualizações nesta área não serão mais feitas semanalmente pois estou sem tempo.

O Problema do termo Pacto Colonial

2012-04-02 20:50

É muito comum o uso do termo Pacto Colonial no ensino da História nas escolas. Contudo, este é um grande erro conceitual.

Podemos explicar esta problemática a partir do significado de Pacto. Um Pacto é um acordo consensual entre duas ou mais partes. Com isso, já vemos o motivo do erro; nunca ouve um Pacto Colonial, já que nunca ouve acordo entre as populações exploradas e as européias.

O termo correto neste caso é o Exclusivo (por sinal é o termo usado já na época), que vem do Exclusivismo que a metrópole tinha ao poder usar das terras e riquezas da região.

A crise da pólis

2011-09-14 19:12

A pólis foi um modelo de cidade-Estado muito comum na Grécia - as mais famosas foram: Esparta e Atenas. Durante muitos séculos se manteve.

Eram independentes e muito diferentes entre si. O principal motivo para a extinção da mesma foi a independência militar, isto é, cada pólis possuía um exército. Por isso os exércitos eram pequenos.

No século VII, com diversos casos de violência e ataques dos árabes em Bizâncio, as póleis foram sendo substituídas por kastras;  espécies de fortaleza que defenderiam a capital, que nesse caso era Constantinopla.

A Divisão da História

2011-09-06 13:53

Uma questão muito comum nos vestibulares é a divisão da história - antiga, medieval, moderna e contemporânea.

A história é dividida quando há uma grande mudança na configuração da sociedade. Por exemplo: A queda dos regimes absolutistas e a ascensão das democracias. Contudo, deve-se destacar que esta divisão é metafórica e não consensual; há várias visões para isso.

Explicarei abaixo a divisão mais comum:

  • História Antiga (Antiguidade): Representa o período desde a Revolução Neolítica até a queda do Império Romano do Ocidente;
  • História Medieval (Idade Média): Tem início depois da queda do Império Romano do Ocidente e vai até a queda dos poderes aristocratas e dos senhores feudais;
  • História Moderna (Modernidade): Tem início com a Expansão Marítima e vai até a formação das primeiras democracias (Revolução Francesa);
  • História Contemporânea: É iniciada com a Revolução Francesa e a Revolução Americana. Ainda vivemos neste período.

 

Revista de História da Biblioteca Nacional

2011-08-01 19:35

Desta vez a dica não será de conteúdo.

A Revista de História da Biblioteca Nacional é muito interessante. Aconselho a compra da mesma. Trata sempre de matérias interessantes, que são escritas por professores de universidades.

No mês de julho, o tema da revista foi: 10 Guerras que desafiaram o Brasil. Este tema é comum em vestibulares, então acredito que valha a pena a compra da revista.

 

A importância da Guerra do Paraguai para o Brasil

2011-07-08 13:37

Um importante acontecimento para o crescimento econômico, político e intelectual brasileiro no século XIX, foi a Guerra do Paraguai.

Nesta Guerra, o Brasil saiu vitorioso e conseguiu acabar com a maior potência da América Latina. Com isso, o Brasil se tornou maior colônia.

Em decorrência deste acontecimento, começaram a haver diversos investimentos vindos de metrópoles européias: foram criadas pequenas indústrias, construídas ferrovias, aumentava a imigração e com isso, entraram novas correntes filosoficas e sociais no Brasil, como por exemplo o Evolucionismo e o Positivismo.

Há, então, a criação de novos questionamentos, sobre o Império português, a escravidão e outros fatos extintos após um período.

 

O maior exemplo de absolutismo monarquico

2011-06-20 21:03

O absolutismo monárquico foi algo muito comum na Europa durante a Idade Moderna. Consiste em uma teoria política que defende totais poderes nas mãos de um rei.

Tivemos como maior exemplo disso o rei da França, Luís XIV. Este foi conhecido por ter como representação o emblema do Sol, o qual é símbolo da ordem. Mostramos o absolutismo deste rei a partir de sua frase: "O Estado sou eu" e também pela construção do Palácio de Versalhes.

Este palácio foi construído com o objetivo de colocar toda a nobreza para morar junta ao rei. Luís XIV fez isso pensando em controlar toda a nobreza.

 

As diferenças entre os contratualistas

2011-06-06

Dentro do Iluminismo, estudamos três autores que acreditam na existência do Contrato Social: Hobbes, Locke e Rousseau. Cada um desses possui um diferente pensamento sobre o Contrato Social.

Primeiramente, Hobbes se diferencia de Locke e Rousseau pelo primeiro pensar que o estado de natureza em que vivia o ser humano era caótico.

Cada um possuía uma explicação para a criação deste contrato:

  • Hobbes pensava que o contrato era feito em troca de segurança, ou seja, seria escolhido um líder, que restringiria a liberdade dos homens em troca de segurança.
  • Locke pensava que o contrato era feito para serem criadas leis. Este, pensa que as leis devem ser criadas de acordo com a vontade da maioria, então deveria ser criado um poder legislativo mais forte que o executivo.
  • Rousseau acreditava que o contrato era feito pelo orgulho e inveja existentes, então haveria uma diminuição da liberdade individual para melhorar a liberdade coletiva.

A diferença entre a Esquerda e a Direita

2011-05-25 16:19

É comum que haja a dúvida entre o que é a Esquerda e a Direita( Políticamente falando), então isto será explicado aqui.

Todas as sociedades em que estudamos, possuem pirâmides sociais, desde a Feudal até a Capitalista. A pirâmide é formada por todos da sociedade, sendo a base da mesma (mais larga), representante da maior parte da população, ou seja dos mais pobres e o ápice ( ponta da pirâmide) pelos mais ricos. Ao lado, podemos ver a pirâmide social brasileira atual, então, a seguir daremos a definição de esquerda e direita:

  • Direita: A direita estabelece a sociedade visando o topo da pirâmide, com as outras partes sendo atingídas de modo indireto, ou de modo tardio;
  • Esquerda: A esquerda estabelece a sociedade visando a base da pirâmide (oposto da direita).

Abaixo, apresentaremos uma tabela mostrando as diferenças de ideais esquerdistas ou direitistas:

Esquerda     Direita
 Estatização da Economia Liberalismo    Econômico
Coletivismo Individualismo
Reformas de Base(Saúde, Educação) Abertura Econômica
Centralização Federalismo

A diferença entre Servo e Escravo

2011-05-06 15:24

Matéria: Feudalismo

 

Esta é uma dúvida muito frequente, quando se encontra a palavra servo - que é muito confundida com o escravo -, principalmente na parte de Feudalismo.

No Feudalismo os servos possuíam uma dívida com o Senhor Feudal, pelo empréstimo de terras, nelas ele podia produzir e morar. O servo, pagava ao Senhor Feudal com essa dívida acabava tendo de ficar preso ao senhor, já que ele nunca conseguia pagar as dívidas. As terras eram pagas através da Corveia (doação de parte da produção) e da lealdade.

Já o escravo, era uma propriedade do seu senhor, podendo então, castigá-lo, vendê-lo ou alugá-lo. A escravidão existe desde a antiguidade e houve diferentes tipos, como por exemplo:

  • Escravidão por dívida
  • Escravidão étnica
  • Escravidão de derrotados em guerras ( muito comum na antiguidade)