Guerra Civil Espanhola

- Desde 1910, a Espanha sofria em uma crise econômica, que afetava principalmente as classes mais baixas. Nesta época, iniciaram-se, neste país, manifestações trabalhistas, tramadas pela oposição esquerdista;

- Com a situação insustentável, em 1923, a Monarquia abdicou do poder, dando lugar a uma ditadura militar, liderada por Primo Rivera. A Monarquia deu apoio a esta ditadura, enquanto os movimentos de esquerda continuavam a se revoltar. Até que em 1930, estes movimentos impõe o fim desta ditadura.

- Houve, então, uma tentativa frustrada de volta da Monarquia, sendo decretada uma república, conhecida como "Segunda República". Esta, descentralizou o poder, instituiu um regime eleitoral com voto livre direto, fixou novos salários, iniciou uma reforma agrária e promoveu a separação entre Igreja e Estado.

- As medidas tomadas por esta república, não agradaram as classes mais altas, então em 1936, estas classes se aliaram aos fascistas, para evitar as influências comunistas na população espanhola;

- A direita, lutou contra as classes mais baixas, representadas por sindicatos e partidários democráticos ou esquerdistas;

- Entre os anos de 1936 e 1937, vários combates arrasaram a nação espanhola.

- Em 1939, o exército do general Franco consegue tomar posse da cidade de Barcelona após uma sangrenta batalha, onde 30 mil republicanos foram executados. A partir de então, Francisco Franco se tornou líder máximo da nação espanhola, deixando o cargo somente em 1975.

- Por muitos, a Guerra Civil Espanhola é um ensaio para a Segunda Guerra Mundial.