Governo Figueiredo

- Apesar do passado vinculado a um órgão de repressão ( chefe do SNI no governo Médici), Figueiredo assumiu a Presidência com o objetivo de avançar a abertura política;

- A abertura política foi atrasada pela divergência entre grupos militares e civis, que eram divididos em três: um pretendia flexibilizar o regime de modo rápido; outro de modo "lento e gradual"; e o terceiro ( que era composto pelos "linha dura"), não queria entregar o poder aos civis;

- Logo no início do governo, a situação econômica teve uma queda, com disparada da inflação e da dívida externa. Essa enorme crise aumentou a insatisfação da sociedade e passou a gerar cisões na Arena, adiantando a abertura;

- Em 1979, ocorreu uma grande greve na região do ABC, organizada por metalúrgicos, paralisando mais de 200 mil trabalhadores;

- No mesmo ano, Figueiredo promoveu uma reforma partidária, dando fim ao AI-2. Os dois partidos criados pelo regime militar (Arena e MDB) foram extintos e diversos novos partidos foram criados, como por exemplo: Partido Democrático Social ( Formado pela maior parte dos antigos membros do Arena); além de diversos outros de oposição, como o PMDB, PP, PDT, PTB e PT;

- Em agosto do mesmo ano, foi aprovada a Lei de Anistia, excluindo a condenação, de presos por crimes de terrorismo, assalto, sequestro e atentados pessoais, entretanto, incluia acusados de tortura, assassinato e desaparecimento. Com isso, diversos líderes políticos, intelectuais, artistas e esquerdistas puderam voltar ao Brasil;

- Foi dado fim ao AI-3, marcando eleições regionais para 1982. Com isso, para a oposição ganhar mais poder, dois líderes políticos fundiram o PP ao PMDB: Ulysses Guimarães (PMDB) e Tancredo Neves (PP);

- A oposição conseguiu eleger governadores em 10 estados nas eleições de 1982;

- Com a vitória da oposição e o fim do AI-5, foram mostrados a população os fracassos das políticas econômicas, a inflação e o crescimento da dívida externa, além de denúncias contra militares envolvidos em torturas, assassinatos e escândalos financeiros;

- Em 1980, como tentativa de demonstração de poder, o governo queimou bancas de jornal que vendiam publicações esquerdistas e agrediram diversos políticos de oposição. A ação de maior repercussão foi o Atentado ao Riocentro. Este aconteceu quando mais de 20 mil pessoas assistiam a espetáculos de música em comemoração ao Dia do Trabalho, no Riocentro, que fica localizado no Rio de Janeiro. Os espetáculos iam bem até que explodiu uma bomba em um automóvel que estava no estacionamento, a bomba estava no colo de um sargento do Exército, que foi morto; militares informaram que esta bomba seria de terroristas de esquerda, entretanto, apurando os fatos, foi provado que isso havia sido organizado pelos próprios militares;

- O Atentado ao Riocentro agravou mais a situação da ditadura;

- Nas ruas, iniciaram campanhas formadas pelo movimento conhecido como Diretas Já. O deputado federal de Mato Grosso, Dante de Oliveira, apresentou uma emenda à Constituição, propondo eleições diretas para a Presidência da República em 1984 - ano em que estavam marcadas as eleições indiretas para eleger o sucessor de Figueiredo;

- No ano de 1984, o Congresso Nacional rejeitou a proposta, entretanto, Tancredo Neves se movimentava, tentando sair vencedor das eleições indiretas;

- Por discordâncias dentro do partido, José Sarney e Aureliano Chaves se retiram do PDS e foram o Partido da Frente Liberal (PFL), que passou a ser formado por dissidentes do PDS;

- O PMDB e o PFL se uniram, formando a Aliança Democrática, para enfrentar Paulo Maluf, do PDS. A Aliança indicou Tancredo Neves como candidato à Presidência e José Sarney para vice. Apesar das eleições indiretas, os dois candidatos levaram a campanha para praças públicas, por meio de comícios;

- Em 1985, Tancredo Neves foi eleito presidente da República, pondo fim ao período militar. A posse seria no dia 15 de março de 1985, entretanto, na noite do dia 14 para o 15, Tancredo Neves foi hospitalizado. Com isso, as lideranças políticas decidiram dar o poder a José Sarney. Tancredo Neves faleceu no dia 21 do mesmo mês.