Canudos

- No sertão do Nordeste, no fim do século XIX, era comum a atuação de líderes messiânicos, que pregavam e davam assistência a pessoas carentes;

- Nesse ambiente surgiu Antônio Conselheiro, que percorria o sertão, dedicando-se a construir e reformar a igreja, além de pregar o evangelho;

- Reunindo um grande número de seguidores, Conselheiro passou a ser perseguido pela Igreja e pelo Estado, que contestavam as promessas do mesmo de um mundo mais justo e vida farta;

- Fugindo da polícia, Conselheiro organizou uma comunidade na Bahia que ficou conhecida como Arraial de Canudos;

- A população local chegou a 30 mil pessoas, que buscavam condições materiais e espirituais dignas;

- Incomodados com o crescimento da comunidade, os grandes proprietários, o Estado e a Igreja passaram a combater esta organização;

- Por Antônio Conselheiro atacar a república, o governo dizia que o grupo era um foco monarquista;

- Quatro expedições militares foram enviadas para Canudos com o intuito de destruir o local. As três primeiras foram massacradas pelos seguidores de Conselheiro;

- Em 1897, foram enviados mais de oito mil homens que destruíram a comunidade de Canudos.