Tenentismo

- Nascido nas forças armadas, o tenentismo contava com oficiais de baixa patente do Exército, na maioria tenentes;

- Este movimento não possuía proposta político-ideológica definida. Tinham como objetivo combater o poder civil e descentralizar a política;

- Os tenentistas mostraram-se autoritários, nacionalistas e moralizadores. Consideravam o Exército a única instituição capaz de pôr fim à imoralidade política;

- Revoltas armadas organizadas pelos tenentes contribuíram para aprofundar a crise da república dos coronéis:

  • A primeira revolta foi a Revolta do Forte de Copacabana - ocorreu em 1922, um grupo de militares e um civil (Os 18 do forte) saíram do Forte de Copacabana para confrontar tropas do governo;
  • Exatos dois anos passados, eclodiu a Revolta Paulista. Os militares ocuparam a cidade de São Paulo por 23 dias, até que as tropas federais forçaram a fuga dos rebeldes. Os quais foram para a região Sul.

- Militares gaúchos e paulistas uniram-se e formaram uma frente rebelde: a Coluna Prestes;

- Estes, eram liderados por Luís Carlos Prestes. Travaram inúmeros combates contra tropas do governo, jagunços dos coronéis e cangaceiros;

- Os militantes da Coluna Prestes tinham como objetivo ir para o Norte e Nordeste, onde havia a população mais pobre, que provavelmente os apoiariam. Entretanto, não foi isso que aconteceu. Então os integrantes tiveram que se refugiar na Bolívia