Império

- Após Otaviano se tornar um imperator, finalmente podemos dizer que há uma mudança de regime em Roma. Tem início, assim, o Império. Muitos historiadores dizem que este período decorre de 27 a.C. até 476 d.C.;

- Otaviano, logo que assume o poder:

  • Cria o Conselho do Imperador, o qual responderia pela cobrança de impostos;
  • Instaura a Guarda Pretoriana, responsável pela segurança do imperador e da capital;
  • Reorganiza o exército, conseguindo mais de 300 mil homens;
  • Divide o império em 54 províncias e dá cidadanía a todos das regiões de domínio romano;
  • Decretação da Pax Romana, a qual promoveu a paz entre as fronteiras.

- Para ganhar apoio popular e manter o controle, Otaviano passou a distribuir trigo e promover espetáculos gratuitos. Esta política ficou conhecida como "Política de Pão e Circo);

- Após a morte de Otaviano, Tibério assume o poder, mantendo a dinastia Júlio-Claudiana, cujos membros governaram até 68 d.C.;

- Os sucessores de Otaviano não conseguiram dar continuidade aos seus trabalhos. Diversas administrações catastróficas estavam por vir, entretanto, ainda houve a continuidade de uma certa estabilidade;

- A partir do século III d.C., tem início uma grande crise em Roma, dando fim ao período chamado de Alto Império e iniciando o Baixo Império.

- O Baixo Império tem início a partir de 235 d.C. e foi um período de grande decadência pelo seguinte motivo: A base da economia romana era dada pelo escravismo. Com a pax romana, não era mais possível conseguir escravos, já que não haviam guerras, havendo assim, uma grande escassez de mão-de-obra;

- Roma passou a ter um enorme declínio da produção;

- Além disso, a extensão do Império Romano era muito grande, com isso, os gastos militares para fortalecer as fronteiras era muito grande, não havendo como pagá-los;

- Neste período, o cristianismo vinha se expandindo, apesar de ser perseguido desde Nero(37 a 68), esta religião vinha crescendo;

- Constantino, promoveu uma grande reforma religiosa. Com a instituição do Edito de Milão, passou a ser liberado o culto cristão. Constantino foi o primeiro imperador cristão de Roma;

- Outra grande mudança feita por Constantino, foi a fundação de Constantinopla, transformando-a em nova capital do Império Romano. Vemos a decadência, Roma não era mais a capital do Império Romano;

- Teodósio, finalmente, transformou o cristianismo na religião oficial do império, substituindo o paganismo;

- Tentando contornar a crise, o Império Romano é dividido em dois:

  • Império Romano do Ocidente, o qual possuía a capital, Roma;
  • Império Romano do Oriente, no qual a capital seria Constantinopla.

- Abaixo, haverá um quadro com algumas diferenças entre estes impérios:

Império Romano do Ocidente Império Romano do Oriente
Possuía maior vulnerabilidade nas fronteiras. Possuía fronteiras mais estáveis.
Tinha como língua oficial, Latim. Tinha como língua oficial, Grego.
Grande parte do Império era rural, com grandes propriedades. Grande parte do Império era urbano. E possuía pequenas propriedades.

- Com as fronteiras enfraquecidas, o Império Romano do Ocidente passou a ter ataques de povos bárbaros, tendo seu fim, por completo, em 476. Chegando ao fim, o período Antigo da História.